Marcado como: motoboy Ativar/desativar aninhamento de comentários | Atalhos do Teclado

  • Ivan 9:32 p em April 6, 2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: 125cc, buzina, buzinas, , , motoboy, motoboys, motoqueiros, motoquero, , , , , , , transito são paulo   

    Motorista de moto: 3 – Linguagem de buzinas 

    motorista de moto

    Em mais uma longa e aprazível viagem da zonaleste até o Morumbi em cima da minha fiel companheira de 125cc, percebi um fenômeno da comunicação: a linguagem das buzinas.

    Em tempos de Twitter, Facebook, Ipad e tantas outras formas de substituir os sinais de fumaça, o humano sobre uma moto desenvolveu diversas fomas de dizer “sai da frente FILHO D@ P$%@”.

    Como um papagaio sobre duas rodas eu tento aprender e repetir.

    buzina

    Minha fluência em buzinas ainda parece longe mas faço questão de traduzir alguns sinais para você, amigo do carro, poder responder cada buzinada da forma correta.

    buzinada longa: essa tem o efeito (na cabeça do motoqueiro) de um tiro de canhão, ele quer tirar um carro que está fechando o corredor e já atingir todos os outros que estão em volta. Assim “SAI PORRAAAA”

    dois toques curtos: esse é amigo, não transmite raiva, é só um aviso que tem gente passando. Tipo “Opa olha eu”

    vários toques curtos e insistentes: esse não chega a ser nenhum grande palavrão, o cara tá com um puta medo de tomar uma fechada mas não quer diminuir a velocidade também. Então significa: tô aqui… ainda tô… ainda tô..

    vários toques curtos seguidos de um insistente: nesse caso o motoqueiro amigo até tentou não gritar com ninguém, mas como no jeito não deu certo, foi na força mesmo Traduzindo “sai, sai, sai, SAI CARALHO!!!!!!”

    toques curtos intermináveis durante todo o pecurso: esse é o tipo profissional, sem dia nem hora, o cara coloca o fone dentro do capacete, pega o endereço da entrega o foda-se, vai buzinando mesmo

    acelerada forte: por fim essa que não é uma buzina mas assusta tanto quanto. A acelerada não é pra você motorista, ela vêm pra desmetir aquela coisa de que motoqueiro é tudo unido. Na prática significa “sai do meu corredor rolha!!”

    é isso, até a próxima
    eu espero

    @ivanlegal

    Anúncios
     
  • Ivan 9:32 p em March 24, 2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: cabaço, , cross, , motoboy, , , motoqueiro profissional, , , retrovisores,   

    Motorista de Moto: 2 – Da rolha ao piloto 

    motorista de moto

    De volta por este corredor venho pra falar das minhas primeiras impressões do lado de fora do carro.

    Primeiro, porra como faz falta o rádio, o ajuste do banco, o espelho, até aquele cinto chato te apertando.

    Não porque gosto, mas porque na moto a única coisa pra fazer é andar mesmo, isso explica o desespero dos caras em passar em qualquer buraco.

    Pude também, logo de cara, identificar o comportamento e os tipos de motoqueiro. Essa espécie que anda em filas, passa por uma seleção natural em que, ou você aprende a desviar dos retrovisores ou é expulso pra avenidas mais largas.

    Exemplos:

    O Cabaço (categoria em que me encontro) é aquele que chega no trabalho quase tão atrasado quanto se estivesse de carro. Fica tentanto pegar o corredor mas dá passagem pra todo mundo.

    O Rolha é aquele Cabaço qua acha que já não precisa ficar dando passagem, mas literalmente entope o corredor criando uma looonga fila atrás dele.

    O Profissional caracterizado pela roupa com faixas coloridas e baú, fica a centímetros da moto da frente como se isso garantisse mais uma entrega.

    O Cross é aquele que tem a moto mais alta que a dos outros. Passa pelos retrovisores mais fácil, querendo assim passar por cima dos outros motoqueiros também.

    E o Desgarrado é aquele que consegue passar o primeiro da fila e sai em disparada até chegar no último da próxima manada, levando nesse intervalo uns 3 ou 4 retrovisores.

    é isso, então até a próxima
    eu espero
    @ivanlegal

     
    • Bruno Luup 9:32 p em março 25, 2011 Link Permanente | Resposta

      Fiquei feliz em saber que o Que Trampo voltou! Achei muito divertido seus causos de motoqueiro! Grande abraço e vida longa ao Que Trampo!

  • Ivan 9:32 p em March 21, 2011 Link Permanente | Resposta
    Tags: avenidas, , , , , motoboy, , , , , , , , vila matilde, zl,   

    Motorista de Moto 

    motorista de moto

    Olá. Nesta volta do QUETRAMPO, vou tentar compartilhar uma nova experiência: ser um motorista andando de moto. Desde os 18 anos, quando resgatei um abandonado Escorte L – 87, ando pela cidade de carro. Morando na zona leste isso significa pelo menos uns 40km por dia pra ir pra qualquer lugar.

    retrovisor moto
    Alguns motivos e uma certa vontade me fizeram comprar uma moto. Uma potente Suzuki Yes 125cc. O detalhe importante é que entre a aprazível Vila Matilde e a civilização está a Radial Leste com seu trânsito que mais parece um jogo de Tetris e corredores onde se o motorista resolver colocar o cotovelo pela janela se arrisca a bater no retrovisor do carro ao lado. Enfim, faço isso há uns 6 meses e apesar de já ter várias histórias vou começar a publicar agora porque andando de moto pelos corredores de São Paulo é o mesmo que reporter na Líbia prometer que volta com mais notícias na próxima edição.

    Abraço
    @ivanlegal

     
c
escrever novo post
j
post seguinte/ comentário seguinte
k
post anterior/comentário anterior
r
Resposta
e
Editar
o
mostrar/esconder comentários
t
voltar ao topo
l
vá para login
h
mostrar/ocultar ajuda
shift + esc
Cancelar