Por dentro das hq’s e na faixa

homem aranha

Confesso nunca fui um grande leitor, fora aqueles livros que a escola nos obrigava a ler, da famosa Série Vagalume, eu nunca li nada de livre e espontânea vontade. Até que conheci um dos meus heróis favoritos, o Homem-Aranha, um amigo meu tinha várias revistas e eu lia que nem maluco.

Muito tempo depois até tentei comprar umas hq’s, mas já não via muitos aqueles formatinhos baratinhos e não dava pra comprar nada muito caro e esse hábito foi ficando esquecido.

Hoje trabalho pertinho do Centro Cultural São Paulo, muita gente sabe que existe, passa na frente, mas nunca entrou lá pra ver como é. Entre uma hora de almoço e outra comecei a explorar o lugar e descobri lá a Gibiteca Henfil, com um acervo muito legal, e o melhor de graça. Você precisa apenas do seu RG e um comprovante de endereço e nem precisa de cópia.

Com essa “invasão” dos heróis no cinema fica mais um incentivo a galera começar a dar uma atenção especial para os quadrinhos. Pra quem acha que quadrinhos é coisa de criança ou fica meio reticente em não entender a história de um personagem tipo o Batman que já existe á anos, a minha dica são as histórias fechadas. Como o Batman – O Cavaleiro das Trevas, do Frank Miller, quatro revistinhas com um ritmo intenso e uma história impressionante digna de um best seller ou um blockbuster do cinema.

Batman o cavaleiro das trevas

E a Gibiteca Henfil está recheada de clássicos como Watchmen, de Alan Moore, Sandman de Neil Gaiman, Sin City também do Frank Miller entre outras.

O Centro Cultural São Paulo fica do lado do metro Vergueiro, muito fácil de chegar e oferece uma série de atrações que mais pra frente agente explora por aqui.

Horário de funcionamento: de terça a sexta, das 10h às 20h; sábados, domingos e feriados (exceto Carnaval e Páscoa), das 10h às 18h.

 

Mais informações acessem o site

Se você conhece outras bibliotecas legais ou recomenda algum tipo de leitura coloca aí nos comentários.

Flávio Leal

@lealhc

Anúncios