QT Entrevista, Paula Leal: Como agir em uma entrevista e dentro da empresa

Entrevista-Paula-Leal

Pra galera que ainda tem muitas dúvidas de como agir na hora da entrevista, fomos buscar dicas importantes direto da fonte, entrevistamos a Analista de RH da Gafisa Vendas, Paula Leal . Ela foi muito atenciosa e nos contou um pouco sobre sua experiência e como agir em uma entrevista e durante sua vida profissional dentro de uma empresa.

Nos dias atuais quais atitudes uma empresa espera de um funcionário?

O que uma empresa espera de um funcionário vai muito da cultura da organização e do cargo que cada um ocupa. Mas acredito que há uma determinada atitude que pode ser compartilhada por todas: o comprometimento. Este nada mais é do que um envolvimento que leva uma pessoa a realizar um certo esforço em prol da empresa. Tal esforço expressa sua preocupação com o sucesso da instituição e influencia no alcance de metas e objetivos. “Vestindo a camisa”, um colaborador desempenha melhor sua função e conseqüentemente pode trazer melhores resultados.

Em uma entrevista de seleção quais são os pontos mais importantes a serem seguidos? O que faz a diferença?  Você teria algumas dicas de grande valor para nos fornecer?

Entrevistas não devem seguir receitas de bolo. Acho que o que faz a diferença é manter a calma, para que nada que seja importante falar passe batido, e mostrar-se aberto a responder todas as perguntas. Destacar os resultados alcançados em empregos anteriores também ajuda.

Hoje, com toda essa evolução tecnológica e abundancia de informação. Quais são os benefícios de funcionário bem informado?

Um funcionário bem informado sempre é um ponto positivo. Ele pode trazer dicas de práticas organizacionais do mercado e auxiliar no desenvolvimento e crescimento da empresa assim como pode levantar acontecimentos relevantes à tomadas de decisão.

O que o RH de uma empresa analisa para classificar o desempenho dos colaboradores?

O desempenho pode ser medido através da identificação e análise de itens quantitativos e qualitativos inerentes à atuação de um profissional dentro do seu ambiente de trabalho. Os quantitativos são mensuráveis e baseados nas metas e objetivos definidos pela empresa. Os qualitativos são baseados em competências comportamentais que a empresa espera que o funcionário desenvolva (normalmente estas são definidas a partir da visão, missão, valores e cultura da organização).

Qual foi a maior dificuldade que você encontrou para achar seu lugar no mercado de trabalho? Por que?

O mercado de trabalho hoje é muito concorrido. Não basta ter um diploma de graduação. Experiências (de trabalho, de cursos, de viagens, de atividades extracurriculares, cursos de idiomas e outros), atitude e comprometimento fazem a diferença. Sempre procurei algumas desta características. A maior dificuldade para mim foi vir de Florianópolis para São Paulo. Estando lá, as pessoas não me chamavam para vir para entrevistas pois não acreditavam que eu realmente queria vir trabalhar em São Paulo. Preferiam pessoas que já moravam aqui. Mas não desisti e hoje estou bem colocada profissionalmente.

Quem quiser entrar em contato com a Paula pode mandar um e-mail para paulinha_bea@yahoo.com.br

Caio @caiotope

Paula Beatriz Santos Leal
Anúncios